Cachoeira da Água Branca

A Ilhabela tem mais de 400 cachoeiras catalogadas e ostenta uma exuberante concentração de Mata Atlântica,  e uma geografia alucinante, incluindo incríveis picos à beiramar e trilhas pra lá de interessantes, que levam a praias reservadas.

Ilhabela se destaca como um dos acidentes geográficos mais elevados e salientes do litoral paulista, tendo como pontos culminantes o Pico de São Sebastião, com 1379 metros de altitude; o Morro do Papagaio, com 1307 metros; e o Morro da Serraria, com 1285 metros.

Cachoeiras em Ilhabela

Cachoeira da Água Branca

A cachoeira da Água Branca já foi a mais visível de toda a Ilhabela.

Cachoeira da Água Branca em IlhabelaQuem sai da balsa e se dirige para o norte, pode ver o que restou da cachoeira até de dentro do carro, olhando à direita ao passar sobre a primeira ponte da estrada. Antigamente a imensa queda d’água, com mais de 65 m de altura, já moveu a turbina da antiga usina hidrelétrica que gerava toda a energia da Ilha.

Hoje, após ter seu curso de água represado por uma barragem de pedras, entre a nascente do rio e a cachoeira, pouco se pode ver da cachoeira que ali existia.

Cachoeira do Gato
A cachoeira do Gato é a maior de Ilhabela, com cerca de 80 m de altura. A água escorre de um paredão rochoso quase vertical, e numa segunda queda, de cerca de 15 metros, cai reta sobre um grande poço.cachoeira do Gato em Ilhabela

Para chegar a essa cachoeira, há uma trilha que sai da ponta esquerda da praia de Castelhanos, e leva aproximadamente 25 minutos para ser percorrida.

O local é grandioso, sem paralelo em todo o litoral de São Paulo.

A cachoeira é tão grande que, mesmo localizada no meio da mata fechada, pode ser vista do mar, pelos barcos que passam na baía de Castelhanos.

A força da água, que desce do alto do paredão rochoso, é enorme. Um banho debaixo dessa gigantesca ducha é uma experiência inesquecível.

Abaixo da queda principal há pelo menos outras cinco pequenas quedas, com poços de águas cristalinas, excelentes para um mergulho.

Mapa cachoeiras de Ilhabela

Cachoeira da Laje
Um dos mais belos locais da Ilhabela, a cachoeira da Laje reúne vários poços de águas limpíssimas e um escorregador com cerca de 30 m de comprimento.

Cachoeira da Laje em IlhabelaEla fica ao sul da Ilhabela, na trilha que liga a ponta da Sepituba (último local ao sul da Ilha onde é possível chegar de carro) à praia do Bonete (maior e mais tradicional comunidade caiçara da região).

Do ponto onde é necessário estacionar o carro, são cerca de 40 minutos de caminhada pela floresta.

Uma seqüência de poços vai descendo a montanha, até que o rio acaba desaguando no mar.

Na direção oposta, para o alto da montanha, também há varios poços e quedas d’água que merecem ser explorados. A trilha passa dentro do Ribeirão da Lage, não há como errar.

Atravessando o rio há uma pequena picada à direita, que leva para a queda principal e o grande escorregador.

Cachoeira da Toca
A cachoeira da Toca é a mais conhecida de Ilhabela. Tem uma ducha forte, com cerca de 3 m de altura, e um grande escorregador “o maior da Ilha” com cerca de 50 m de extensão. Cachoeira da Toca em Ilhabela

A Toca, que dá nome ao local, é uma grande gruta ao lado da qual a cachoeira cai. O rio passa por dentro da gruta, desembocando num pequeno escorregador.

O local era sede de um antigo engenho de cana de açúcar, que produzia uma das melhores marcas de aguardente da região.

A entrada para a cachoeira da Toca fica logo no início da estrada de Castelhanos. Não há como se perder: existem varias placas indicando o caminho, e todo mundo na região pode indicar como chegar até ela.

Cachoeira dos Três Tombos ou Pancada D`Agua
Essas três quedas são das mais fáceis de serem alcançadas é possível estacionar o carro a poucos metros.

Cachoeira dos Três Tombos em IlhabelaÉ uma das mais agradáveis para banhos da Ilhabela. A primeira queda, já recebe o visitante com uma forte ducha, com mais de cinco metros de altura, e um poço profundo, com cerca de 100m2. As duas quedas mais ao alto são alcançadas por uma trilha com um total de 400 m de extensão.

A segunda queda é pequena, e dá acesso à laje por onde escorre a água que alimenta a primeira ducha.As pedras escorregadias tornam esse local extremamente perigoso.

A terceira é a maior das três quedas.Um paredão rochoso de mais de 20 m de altura, de onde a água despenca com bastante força, caindo diretamente sobre as pedras.

Não há poço para mergulho, mas á possível aproveitar a ducha caminhando sobre as grandes pedras. As cachoeiras são alcançadas através das ruas asfaltadas de um condomínio que invadiu os limites do Parque Estadual, e teve a construção de casas embargada pela Justiça.

O portal desse condomínio, por onde se chega à cachoeira, fica exatamente em frente à entrada principal da Fazenda São Mathias, pouco antes da entrada para a praia da Feiticeira.

Cachoeira do Veloso
A cachoeira do Veloso oferece um dos visuais mais paradisíacos de toda a Ilhabela. Um rio se bifurca numa área com vários paredões rochosos, criando três quedas, cada uma com mais de 50 m de altura.

Cachoeira do Veloso em IlhabelaA primeira queda pode ser alcançada por uma trilha de nível fácil, que toma cerca de 35 minutos de caminhada para ser alcançada. Ela cai sobre um poço com cerca de 70 m2, que chega a 1,70 m de profundidade, e permite alcançar com facilidade a base da parede de rocha.

Nela é possível subir alguns degraus naturais, e sentar relaxadamente sob a ducha que desce do alto da montanha. Já para alcançar as outras quedas, a trilha é bem mais íngreme e difícil.

É preciso encarar mais 40 minutos montanha acima, e em muitos trechos é preciso engatinhar agarrando-se às raízes das árvores. Mas esse esforço é totalmente recompensado. Há duas grandes quedas no alto, uma para baixo do rio, num precipício de 50 m que descortina uma linda vista do canal e da Serra do Mar, no continente.

A segunda queda, para o alto do rio, revela outro paredão com mais de 50 m, por onde a água desce da montanha.

Cachoeira do Areado em Ilhabela

Cachoeira do Areado

No início da caminhada, perto do local onde é preciso estacionar o carro, é possível avistar o paredão rochoso desa queda mais alta, que fica logo abaixo da pedra do Rodamonte, no extremo sul da Ilha.

Cachoeira do Areado
A cachoeira do Areado fica no último terço da trilha que une a ponta da Sepituba (último local ao sul da Ilhabela onde é possível chegar de carro) à praia do Bonete (maior e mais tradicional comunidade caiçara da região).

Da Sepituba até o Areado são cerca de 2h30 de caminhada, numa trilha tendendo de média a difícil.

O rio serpenteia entre enormes pedras, um pouco acima do ponto onde é cruzado pela trilha. As melhores quedas d’água são de difícil acesso: é preciso caminhar pelo leito do rio, e em alguns pontos esgueirar-se entre as pedras gigantescas, cada uma do tamanho de uma casa.

O esforço é recompensado pelo visual incrível e pela absoluta paz garantida pelo isolamento do lugar.

Cachoeira da Laje Preta em Ilhabela

Cachoeira da Laje Preta

Como no caso da cachoeira da Lage, que fica na mesma região, o rio corta a trilha, e é impossível errar o caminho.

Cachoeira Véu da Noiva e Laje Preta
Conhecida também por Véu da Noiva e Laje Preta esta cachoeira fica a leste da Ilha, em Castelhanos.

Por ser de difícil acesso apenas um guia ou morador local com prática em ir até o final da cachoeira. a caminhada dura cerca de 2 horas.

Cachoeira da Friagem em Ilhabela

Cachoeira da Friagem

Cachoeira da Friagem
A cachoeira da Friagem está localizada no bairro do Viana na Ilhabela, com duração de 3:30 h pela mesma trilha que leva para a cachoeira do Couro do Boi, possui uma bifurcação no meio do caminho.

Cachoeira do Bananal

Cachoeira do Bananal em Ilhabela

Cachoeira do Bananal

Uma das poucas cachoeiras em Ilhabela que possui uma bela vista para o canal de São Sebastião. Existem 3 opções de acesso à cachoeira. Uma é subindo a cachoeira da Cocaia próximo à fazenda da Cocaia.

O outro caminho é pelo Itaguaçú, no início da trilha que leva ao pico do Baepi, e outro pelo Perequê, numa região conhecida como bananal. A cachoeira do Bananal possui um uma queda d’água, um tobogã e um poço natural.

A cachoeira recebeu esse nome por causa de um sítio com plantações de bananas que havia no local em tempos passados.

Cachoeiras em Ilhabela – Guia de turismo e viagem de Ilhabela

Tags: